Locação de Espaços

Como maneira de atuar junto à facilitação do acesso, fruição e distribuição cultural, o Centro Cultural recebe apresentações de circo, dança, música, teatro e eventos em geral, sendo também lugar de apoio para realização audiovisual e fotográfica. O espaço físico movimenta, assim, uma rede de trocas solidárias e arranjos criativos que engloba pequenos empreendimentos, agentes e coletivos ligados à cultura, figurino, equipamentos eletroeletrônicos, gastronomia, papelaria, serralharia, dentre outros. Para tanto, estão disponíveis a Área Externa, Casa Grande, Galpão Piollin, Sala de Corpo e Teatro Piollin – sendo este ultimo gerido pelo Piollin Grupo de Teatro.

Em caso de eventos musicais ou, mesmo, que usem equipamentos de som, é necessária uma autorização prévia da Secretaria do Meio Ambiente (Semam), em função de sua localização próxima ao Parque Zoobotânico Arruda Câmara, a Bica. O complexo conta, ainda, com três banheiros masculinos e três femininos localizados na área externa e um estacionamento compartilhado com o parque mencionado anteriormente.

Área externa

Mantida pela Prefeitura Municipal de João Pessoa através de serviços de terraplanagem e manutenção da vegetação, a área externa serve às mais diversas atividades, dentre elas apresentações musicais, espetáculos, perfomances e experimentos de artes cênicas, festas particulares, cursos, oficinas, seminários, ensaios fotográficos, dentre outros. Mede aproximadamente 1,5 hectares e tem capacidade para aproximadamente 800 pessoas.

Casa Grande

Remanescente do antigo Engenho Paul e edificada em 1856, a Casa Grande é parte do complexo tombado em 2005 pelo Governo do Estado da Paraíba, por solicitação do Conselho Deliberativo do Iphaep. Foi restaurada entre outubro de 2012 e junho de 2013, com supervisão do arquiteto Marcos Santana, a partir de recursos obtidos (em porcentagem significativa) com o show colaborativo de Chico César, em agosto de 2012.

Tem estrutura de dois salões, um varandado e uma sala, servindo à apresentações musicais, espetáculos, perfomances e experimentos de artes cênicas, festas particulares, cursos, oficinas, formações, seminários, ensaios fotográficos, dentre outros. A capacidade é de 350 pessoas para festas e 80 pessoas para apresentações de circo, dança e teatro.

Galpão Piollin

Erguido na década de 1980 com a proposta inicial de ser lugar do Teatro Piollin, parte do Galpão foi recuperada em 2014 com recursos da campanha de financiamento colaborativo junto à Plataforma Benfeitoria. E um espaço voltado ao estudo e à formação em circo e teatro, com a estrutura de um salão e dois mezaninos, bem como capacidade para 300 pessoas. A indicação é de que atividades propostas tenham a finalidade de cursos, oficinas, seminários ou formações relacionadas a artes cênicas.

Sala de Corpo

Espaço amplo para práticas de exercícios corporais, equipada com solo de madeira e barras apoio para realização destas atividades. é voltada para reunioes, seminarios, formacoes, ensaios de grupos de artes cenicas e de musica. Tem capacidade para até 40 pessoas.

Teatro Piollin

Parte da área tombada pelo Iphaep e Governo do Estado em 2005, a partir do decreto nº 25.689, o Teatro Piollin – antiga fábrica de rapadura do Engenho Paul – foi reformado entre 2002 e 2004, com recursos do Fundo Municipal de Cultura de João Pessoa e colaboração da Oficina Escola.

Quanto à estrutura, é dotado de dois salões, um camarim com dois banheiros e se configura como um teatro de arena, de modo que as arquibancadas sao moveis e se adaptam às necessidades da apresentação. Conta com 14 metros de comprimento, 9 metros de largura, 5,5 metros de altura e capacidade para 400 pessoas quando de eventos de musica – desde que acustica – e 150 pessoas para espetáculos de dança e teatro. E aberto as multiplas formas de concepção e utilização da apresentação.

O espaço é gerido pelo Piollin Grupo de Teatro (www.piollingrupodeteatro.com).