O Centro Cultural Piollin mobiliza um projeto pedagógico de arte-educação que tem uma proposta integrativa entre arte da palavra, circo, cultura digital, permacultura e teatro a fim de estimular o potencial expressivo de crianças e jovens dos setores populares residentes na Grande João Pessoa (PB) e, mais notadamente, no bairro Róger.

Neste sentido, é um projeto que inova no caráter formativo e preventivo da juventude, estimulando o protagonismo cidadão através de conteúdos políticos, culturais e sociais. Tem como objetivo, assim, promover ações de reinserção dos educandos à escola, de fortalecimento dos vínculos familiares e comunitários, encaminhamento a programas socioassistenciais e realização de monitoria pedagógica.

Para isso, tem como uma das ações principais a realização de quatro oficinas permanentes – arte da palavra, circo, permacultura e teatro – que se orientam a partir de um tema gerador e se direcionam ao público com faixa etária de 07 a 24 anos, divididas a partir de turmas de identificação: são os chamados ciclos. Estes ciclos – água, terra, fogo e ar – estão denominados de acordo com os elementos da natureza, remetendo tanto ao espaço que ocupa o Centro Cultural, quanto à possibilidade de identificação não apenas pela faixa etária, mas pela maturação e afinidade com cada proposta.

Além das oficinas, o projeto pedagógico também abrange a realização de outros espaços de ensino-aprendizagem, a exemplo da roda do Boa Tarde para iniciar as atividades a cada dia, Caravana Piollin, Café Memória, Circuitos Temáticos, Dia do Sempre, Encontro Piollin de Experimentação Cultural, Encontro de Teatro Aberto, Rodas Literárias e Sarau Poético. O projeto também acolhe residências artísticas e disponibiliza o acesso gratuito a apresentações de experimentos, performances e espetáculos de circo, dança, teatro do estado e de outras localidades.

Atuando no contraturno escolar, de forma a complementar a educação formal, a proposta mobiliza uma equipe de 14 pessoas que compreende coordenação e consultoria psicopedagógica, coordenação administrativa e coordenação de planejamento, bem como educadoras e educadores, merendeiras, serviços gerais e serviços técnicos de manutenção.